Business Model Canvas. Mais que um bom plano de negócios…

canvasAtualmente surgem cada vez mais ideias inovadoras, fervilha o espírito empreendedor, e quase todos nós queremos criar o “nosso negócio”.

Mas, mais que ter boas ideias…é necessário planear, organizar, estruturar e mapear as mesmas. Por isso se fala cada vez mais em saber criar um bom plano de negócios.

Se por um lado há quem explique as vantagens de ter um plano de negócios, outros defendem o modelo “Canvas”. Um não substituí o outro, mas sim complementam-se.

Como?

Enquanto o plano de negócios explica como é que a sua empresa funciona e como irá criar valor para a mesma, ou seja, como irá gerar receitas, qual o investimento necessário, a estratégia de crescimento, como funcionam os processos de negócio, quais os objectivos dos mesmos, como ira gerar valor para os clientes a curto e longo prazo, o modelo Canvas ajuda-o a esquematizar as suas ideias.

Ou seja, se o plano de negócios auxilia-o a pensar em todos os detalhes do modelo de negócio da empresa, o modelo Canvas permite-lhe visualizar mais facilmente a informação.

O empreendedor pode levar semanas ou até meses a concluir um plano de negócios. No entanto, depois de concluído, o resultado nem sempre é considerado uma fotografia real do que é ou será o negócio. O plano de negócios funciona como bússola, fornecendo o “norte” ao empreendedor. 

Porquê nem sempre o plano de negócios resulta?

Se estivermos a pensar em startups, um plano de negócios é quase uma ilusão. Porquê? Porque se praticamente ainda não conhecemos quem é o nosso cliente, como é que lhe vamos entregar valor e gerar lucro? O plano de negócios faz muito mais sentido numa grande empresa, onde quase todas as variáveis são (ou deviam ser) conhecidas.

Numa startup a utilidade de um plano de negócios passa por (1) conseguir capital de risco para investir na empresa e  (2) definir as hipóteses sobre as quais iremos criar o nosso negócio, demonstrando que o mesmo será rentável.

Mas para demonstrar então que o seu negócio será rentável, a melhor ferramenta foi desenvolvida por Alexander Osterwalder e é denominada “Business Model Canvas”.

Eis que o surge…o Canvas!

Recentemente, com o objetivo de se focar em algo mais prático e eficiente, surge o modelo de negócio Canvas.

Este modelo apresenta uma representação esquemática visual, em blocos, que resume os principais componentes do modelo de negócio de uma empresa. Assim, rápida e facilmente o empreendedor consegue criar um modelo de negócio numa folha de papel.

Este esquema pode ajudá-lo muito a analisar a oportunidade, e ao se complementar com a análise financeira, de mercado e de concorrentes, tem quase um plano de negócios detalhado.

O Business Model Canvas é uma ferramenta de gestão estratégica, que permite desenvolver e esboçar modelos de negócio novos ou existentes. É um mapa visual pré-formatado que contém nove blocos do modelo de negócios.

O plano de negócios é um processo dinâmico, participativo e contínuo para a determinar os objetivos, estratégias e acções da empresa. Uma técnica não substitui a outra e ambas podem ser utilizadas a qualquer negócio.

Vamos experimentar? Aprenda a empreender com o Canvas no próximo artigo!



AVISO:Todos os artigos publicados são puramente informativos e não podem ser confundidos com aconselhamento.